As melhores câmeras para Smartphones: um guia de compras

As melhores câmeras para Smartphones

Se você não estiver informado, comprar um bom celular pode ser difícil. Com tantas coisas a serem consideradas, a comparação de modelos pode rapidamente se tornar um fluxo interminável de palavras e termos que você não entende.

Todos querem um celular com uma boa câmera e uma ótima memória, um excelente processador e a melhor tela. Mas, como cada um desses aspectos exigiria um artigo próprio, hoje vamos nos concentrar em apenas um: a câmera.

Pixels e megapixels

Vamos começar nosso guia com uma das partes mais fundamentais de qualquer imagem: seus pixels. As imagens digitais são compostas de "pixels", os pequenos "bits" que a tela usa para construir a imagem.

Quanto mais pixels houver, mais nítida será a imagem e mais poderá ser ampliada sem perder a qualidade. Embora outros fatores também desempenhem um papel importante, o número de pixels é uma forma rápida de saber a qualidade de uma foto.

Pixels e megapixels

Por exemplo, as imagens em TVs de tubo mais antigas tinham, no máximo, 420p. Em compensação, as telas modernas mais básicas podem reproduzir entre 720p (HD) e 1080p (Full HD). Até mesmo as mais avançadas têm 2122p, o famoso 4K.

O Samsung Galaxy s22 ultra, um dos dispositivos mais avançados do momento, pode reproduzir vídeo em 1080 x 2340 pixels, mas grava em 4K.

MP se refere à resolução de imagem e vídeo. A resolução da imagem varia de 360p a 4K para fotos e vídeos em celulares. Ela indica a qualidade da imagem final, quanto mais pixels, maior a nitidez e a qualidade.

Além disso, os MPs marcam a resolução do sensor da câmera, ou seja, o número de megapixels que ela consegue capturar em uma imagem. Entre os melhores celulares com uma boa câmera, o número de MPs esperado é superior a 40 MPs.

É de se perguntar como, se uma câmera captura, por exemplo, 50 megapixels (ou seja, 50 milhões de pixels), a imagem final tem 4K pixels ou menos. Isso acontece porque, entre o momento em que a imagem é capturada e convertida em uma foto, outras tecnologias são aplicadas à imagem e, portanto, alguma qualidade é perdida.

Mas esse fato, longe de ser negativo, ajuda a melhorar a qualidade final da imagem, pois permite que ela seja modificada com várias tecnologias. Por exemplo, o iPhone 14 não tem um número muito alto de MP, mas é um dos celulares com as melhores câmeras de 2023.

Embora seja importante, o número de megapixels não é, de forma alguma, o único fator a ser considerado em uma câmera de um celular.

Lentes

Além da resolução, outra parte fundamental de qualquer câmera são as lentes. O número de lentes aumentou em todas as marcas, desde o celular Xiaomi até o iPhone, pois todas procuram preencher a tela com o maior número de lentes possível.

Xiaomi até o iPhone

Em câmeras portáteis maiores, todos esses sensores estão incluídos no sensor principal da câmara. Mas, no caso dos Smartphones, a falta de espaço levou os fabricantes a serem mais criativos.

Hoje em dia, um bom número de celulares tem várias câmeras pequenas especializadas em vez de uma grande. Nesse caso, cada uma é muito boa em um aspeto específico da fotografia, como a luz ou a distância.

Às vezes, algumas são usadas e outras não, dependendo das condições ou do foco, em outros casos, várias são fotografadas ao mesmo tempo e a imagem final reúne toda a informação. Os diferentes modelos de celulares Samsung são conhecidos por usarem muito bem várias câmeras.

Uma boa ideia antes de qualquer compra é verificar o tipo de câmeras que possui. De um modo geral, existem cinco tipos de câmeras: grande angular, ultra grande angular (útil para fotos panorâmicas), lentes óticas (para zoom) e lentes macro (para grandes planos).

Tipos de lentes de zoom

Quem não está imerso no mundo da tecnologia pode pensar que todos os zooms são iguais, mas isso está longe de ser verdade. Existem dois tipos de zoom: o digital e o ótico, ambos com diferenças e com vantagens e desvantagens.

Tipos de lentes de zoom

Em primeiro lugar, temos o zoom digital. Foi o primeiro que apareceu nos celulares e é também o mais comum. Funciona através da ampliação da imagem a ser capturada. Como amplia a imagem, reduz sempre a qualidade da foto.

Por outro lado, também é verdade que o zoom ótico é muito mais barato do que o zoom digital, razão pela qual é usado na maioria dos celulares de gama baixa e média. Isso significa que alguns dos celulares melhores câmeras custo benefício o possuem.

O zoom ótico amplia a imagem fisicamente, com a própria lente da câmera. Dessa forma, a foto é ampliada antes de ser tirada, o que não só proporciona resultados de maior qualidade, como também permite um zoom ainda maior.

A única desvantagem do zoom ótico é o fato de poder tornar o equipamento mais caro.

Por último, é importante observar que um celular com câmera bom e barato pode ter zoom digital, desde que o compense com outras tecnologias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Go up