Guia passo a passo para expandir a memória RAM do seu telefone

expandir a memória RAM do seu telefone

Você gostaria que seu telefone fosse mais rápido e suave ao executar vários aplicativos ao mesmo tempo? Deseja melhorar o desempenho do seu dispositivo sem ter que comprar um novo? Se a resposta for sim, então você terá interesse em saber como expandir a memória RAM do seu telefone.

A RAM é um dos componentes mais importantes de um smartphone, pois é responsável por armazenar e gerenciar dados de aplicativos executados em primeiro ou segundo plano.

Quanto mais RAM seu telefone tiver, mais aplicativos você poderá manter abertos sem diminuir a velocidade ou travar.

No entanto, a RAM do celular não é fácil de expandir, pois geralmente está integrada à placa-mãe e não pode ser substituída ou mais módulos adicionados. Por isso, alguns fabricantes desenvolveram uma solução alternativa: a RAM virtual.

Além de conhecer a expansão de memória ram, saiba também quais são os melhores monitores para telefones celulares.

O que é a RAM virtual e como ela funciona?

RAM virtual e como ela funciona

A RAM virtual é uma tecnologia que permite usar parte do espaço de armazenamento interno do seu telefone (onde você armazena fotos, vídeos, músicas etc.) como se fosse uma RAM adicional. Desta forma, a capacidade da memória RAM pode ser aumentada sem a necessidade de alterar nenhum componente físico.

A RAM virtual funciona de forma semelhante à memória SWAP ou de troca usada pelos sistemas operacionais dos computadores. Quando a RAM física fica cheia, o sistema move alguns dados para uma partição no disco rígido ou no armazenamento interno, liberando espaço na RAM.

Quando estes dados forem necessários novamente, o sistema os recarregará na RAM.

Quais telefones celulares permitem a expansão da RAM virtual?

A RAM virtual é uma função que requer uma atualização do sistema operacional e um chip potente que possa lidar com ela. Por este motivo, nem todos os telefones celulares a têm disponível, mas apenas alguns modelos de ponta ou médio-alto que têm processadores de última geração e conectividade 5G.

Alguns exemplos de celulares que permitem a expansão virtual da RAM são:

  • Samsung Galaxy Z Fold 3, Galaxy Z Flip 3, Galaxy S21, Galaxy S20 e Galaxy Note 20: estes celulares Samsung podem aumentar sua memória RAM em até 4GB adicionais, usando o recurso RAM Plus encontrado nas configurações do dispositivo.
  • Xiaomi Mi 11, Mi 10, Redmi K40, Redmi Note 10 Pro e Poco F3: estes telefones Xiaomi podem adicionar até 3 GB de RAM extra ativando a opção de extensão de memória encontrada nas configurações adicionais do sistema.
  • Motorola Edge 20, Edge 20 Pro, Edge 20 Lite e Moto G100: estes telefones Motorola podem aumentar sua RAM em até 2 GB usando o recurso de otimização de RAM localizado nas configurações de desempenho do sistema.
  • Realme GT, GT Neo, GT Master Edition e X7 Max: estes telefones Realme podem adicionar até 5 GB de RAM adicional usando o recurso de RAM dinâmica localizado nas configurações de memória do sistema.

Como ativar a RAM virtual em seu telefone?

O processo para ativar a RAM virtual em seu telefone pode variar dependendo da marca e do modelo, mas, em geral, é muito simples. Basta seguir estas etapas:

  • Vá para as configurações ou definições do seu telefone.
  • Procure por Memória, Desempenho, Suporte de dispositivo ou similar, conforme apropriado.
  • Selecione a função RAM Plus, Extensão de memória, Otimização de RAM ou RAM dinâmica, conforme apropriado.
  • Escolha a quantidade de espaço que deseja alocar para a RAM virtual. Normalmente, o sistema sugerirá um valor ideal com base em sua capacidade de armazenamento interno e na RAM física.
  • Confirme a ação e aguarde o sistema reiniciar o telefone para aplicar as alterações.

Que tipo de tela é melhor para o seu telefone?

tipo de tela é melhor para o seu telefon

Agora que você sabe como expandir a RAM do seu telefone, talvez também queira saber que tipo de tela de celular é melhor para o seu dispositivo. A tela é outro dos componentes mais importantes de um smartphone, pois determina a qualidade da imagem, o brilho, o contraste, o consumo da bateria e a experiência geral do usuário.

Existem vários tipos de tecnologias de tela no mercado, mas as mais comuns são: LCD, IPS, OLED e AMOLED. Cada uma tem suas vantagens e desvantagens e dependendo das suas preferências e necessidades uma ou outra pode ser mais adequada para a resolução de tela. A seguir, você verá as diferenças entre elas.

LCD e IPS: qual é a diferença?

Se você está se perguntando: LCD e IPS? Qual é a diferença? LCD significa "painel de cristal líquido" e é um tipo de tela iluminada por uma luz de fundo que cobre todo o painel ou é dividida em áreas muito pequenas.

Este tipo de tela foi um dos primeiros a se tornar popular em smartphones, pois oferecia várias vantagens em relação às telas de plasma ou CRT.

Uma das vantagens das telas de LCD é que elas são mais finas, mais leves e mais baratas do que outros tipos de telas. Além disso, elas têm bom brilho de tela, boa reprodução de cores, baixo consumo de energia e boa taxa de atualização.

Entretanto, elas também têm algumas desvantagens como baixo contraste, ângulo de visão limitado e dificuldade de exibir pretos puros, pois a luz de fundo está sempre ligada.

Para resolver alguns destes problemas, foi desenvolvida a tecnologia IPS, que significa In-Plane Switching. Esta tecnologia de tela é uma evolução das telas LCD, que organiza os cristais líquidos de forma mais alinhada horizontalmente.

Isso permite ampliar o ângulo de visão, melhorar o contraste e a fidelidade das cores e reduzir o efeito fantasma.

Tela OLED

É hora de falar das telas OLED. OLED significa "organic light emitting diode" (diodo orgânico emissor de luz) e é um tipo de tela que tem materiais orgânicos que emitem luz por conta própria quando recebem eletricidade. Isso significa que cada pixel pode ser ligado ou desligado de forma independente, sem a necessidade de iluminação de fundo.

Portanto, as telas OLED são mais finas do que as telas LCD e consomem menos energia.

Uma das vantagens das telas AMOLEDE é que elas oferecem um contraste muito alto, pois podem exibir preto puro quando os pixels são apagados.

Qual é a melhor tela para telefones celulares?

Qual é a melhor tela de celular incell ou led? Esta é uma pergunta que muitos usuários se fazem ao escolher um novo smartphone, pois a qualidade da tela é um fator muito importante na experiência do usuário.

A tecnologia In-cell é uma variante da tecnologia LCD, que consiste em integrar os sensores de toque à camada de cristal líquido, reduzindo assim a espessura e o peso da tela.

Isso permite que os smartphones que usam esta tecnologia sejam mais finos e mais leves, além de oferecerem melhor resposta ao toque. Exemplos de smartphones que usam telas In-cell incluem o iPhone 6, o LG G4 e o Huawei P8.

A tecnologia OLED, por outro lado, é uma tecnologia que usa diodos orgânicos emissores de luz, que se iluminam individualmente, sem a necessidade de uma fonte de luz externa.

Isso permite que as telas OLED tenham cores mais vivas, pretos mais profundos e maior contraste, resultando em melhor qualidade de imagem e em um smartphone mais potente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *